Viagem técnica a Foz do Iguaçu proporciona vivências aos alunos da rede municipal

Este ano, as viagens começaram em setembro e encerram em outubro, envolvendo cerca de 170 alunos.

0
78

Em Maripá, a experiência dos alunos com os conteúdos vai muito além do que é ensinado em sala de aula. Todos os anos, os alunos dos 4º e 5º anos da Rede Municipal de Ensino têm a oportunidade de participar de uma viagem técnica a Foz do Iguaçu. A experiência é proporcionada pela Administração Municipal por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Desporto.

Em 2018, por exemplo, o investimento nas viagens foi de R$ 18.703,26, custeados com recursos próprios. “Este é um recurso investido diretamente nos alunos, que vai gerar experiência, crescimento e muito aprendizado”, destaca a secretária da pasta, Janaína Müller Geraldi.

A viagem, segundo ela, Janaína Müller Geraldi, é uma maneira dos alunos fixarem os conteúdos repassados em sala de aula, reforçando o aprendizado. “Toda teoria, quando presenciada na prática tem mais chances de ser absorvida pelo aluno. Além disso, é uma maneira de dar oportunidade para que os estudantes conheçam grandes atrativos da nossa região oeste, que tem muito a oferecer”, ressalta.

Este ano, as viagens começaram em setembro e encerram em outubro, envolvendo cerca de 170 alunos e cada turma conta com um destino específico. Os estudantes dos 4º anos visitam o Polo Astronômico no Parque Tecnológico de Itaipu (PTI) e o Parque das Aves. Já os alunos dos 5º anos visitam a Usina Hidrelétrica de Itaipu, o Ecomuseu, as Cataratas do Iguaçu e o Marco das Três Fronteiras, ambos envolvendo conteúdos das disciplinas de ciências, geografia e história, por exemplo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, informe seu comentário
Por favor, informe seu nome aqui