Maripá: CCO repassa resultados da Festa das Orquídeas e do Peixe

Um cheque simbólico foi entregue para representar o resultado que cada uma das dez entidades vai receber.

0
186

A 21ª Festa das Orquídeas e do Peixe gerou resultados positivos em todos os setores. Os números foram apresentados na sexta-feira (11), durante a reunião de prestação de contas da Comissão Central Organizadora, no Clube Crema. O encontro contou ainda com a participação dos presidentes e representantes das 14 entidades que auxiliam na organização do evento.

Para o presidente da CCO, Rodrigo Schanoski, este foi o momento de discutir e avaliar os resultados. “Novamente tivemos um resultado muito positivo, fruto do trabalho de todos os cerca de mil voluntários que se dedicam para que a festa ocorra como planejado e da Administração Municipal, que presta todo o apoio necessário e investe no evento, que foi criado com o intuito de impulsionar o turismo e fomentar a economia local”, destaca.

Das 14 entidades, 10 delas são responsáveis pela Praça de Alimentação, setor que envolve as refeições à base de peixe, servidas no Pavilhão Gastronômico, os lanches e porções servidos na Tenda de Alimentação, além das bebidas comercializadas no evento. Um cheque simbólico foi entregue para representar o resultado que cada uma delas vai receber: R$ 20.473,00. “Este foi o maior resultado de todas as edições da festa, dinheiro que vai auxiliar estas entidades a se manterem e investirem na cidade. É uma forma de valorizar o trabalho que elas fazem ao longo dos anos junto à população maripaense”, comemora o prefeito Anderson Bento Maria.

As outras quatro entidades são responsáveis por setores independentes como a Associação Comercial e Industrial (ACIMA), responsável pela Feira da Indústria, Comércio, Artesanato e Sabores; a Associação dos Orquidicultores de Maripá (AOM), responsável pela Feira de Orquídeas; a Associação dos Aquicultores de Maripá (Aquimap), responsável pela Feira da Aquicultura, pelo Concurso do Peixe e pelo Seminário Estadual da Piscicultura; e a Associação Organizada de Maripá (ASSOMA), que é responsável pelo Café Colonial.

INVESTIMENTOS – O município é conhecido como Cidade das Orquídeas e reconhecido pela implementação de tecnologias no cultivo da tilápia, duas potencialidades econômicas que também impulsionam o turismo local e que deram origem a Festa das Orquídeas e do Peixe. Com essa visão, a Administração Municipal investe, a cada edição, para viabilizar a realização do evento.

“São potencialidades que temos o compromisso de divulgar e incentivar enquanto poder público, pois elas têm grande importância na economia de Maripá e divulgam o nome da cidade para o Brasil inteiro e também para outros países como o Paraguai e Argentina, contribuindo para o desenvolvimento da cidade”, ressalta Anderson Bento Maria.

Além disso, o poder público também faz investimentos no Centro de Eventos para melhorar a infraestrutura do parque. Somente em 2019 foram investidos quase R$ 400 mil em três obras: o fechamento total do pavilhão da Indústria e Comércio, a ampliação do pavilhão de Exposição das Orquídeas e a ampliação do Barracão das Entidades.

“Nós entendemos a importância de uma infraestrutura adequada para receber os eventos que ocorrem aqui durante o ano e por isso investimos para torná-lo cada vez melhor. Temos um dos melhores Centro de Eventos da região e isso impacta, inclusive, na valorização da venda dos espaços e da alta procura de expositores, fazendo com que nossos eventos sejam reconhecidos pela qualidade e organização”, explica o prefeito.

A próxima edição da Festa das Orquídeas e do Peixe já tem data definida. O evento será realizado nos dias 28, 29 e 30 de agosto de 2020, também no Centro de Eventos de Maripá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, informe seu comentário
Por favor, informe seu nome aqui