Bolsonaro diz orar para que Brasil “não flerte mais com o socialismo”

Declaração foi dada durante a abertura da nova fase da Operação Acolhida

0
21

Em seu discurso sobre nova fase da Operação Acolhida, que promove assistência a refugiados venezuelanos que migram para o Brasil, nesta quarta-feira (2), o presidente Jair Bolsonaro disse orar para que Brasil não flerte mais com o socialismo.

“Brasil, peço a Deus. Não flerte mais com o socialismo”, declarou o presidente da República durante o discurso.

Ele afirmou ainda que é preciso colaborar para que outros países não vivam o que vive “nosso querido povo venezuelano”.

O presidente aproveitou para destacar alguns valores da liberdade democrática, destacando que a Venezuela é “a prova viva” de que as Forças Armadas decidem se haverá ou não “liberdade e democracia”. “Quem mantém a ditadura venezuelana são as suas forças armadas”, disse.

Bolsonaro também lembrou a luta militar contra a implantação de um regime comunista no Brasil, nos anos de 1964 a 1985, declarando que resgatou a “honra de um grande coronel do Exército”, em referência a Carlos Alberto Brilhante Ustra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, informe seu comentário
Por favor, informe seu nome aqui